Curso de programação da Wild Code School com o triplo das inscrições - Wintech

A Wild Code School, rede europeia de escolas especializada em programas intensivos de web development, que chegou a Portugal no começo deste ano, vê o seu Lisbon Campus captar um elevado interesse por parte de alunos estrangeiros e registar, no arranque da 2ª edição do seu curso intensivo de programação, o triplo das inscrições face à 1ª primeira edição.

A 2ª edição do curso de Web Development, que permite aos alunos tornarem-se junior developers em apenas 5 meses, acaba de arrancar e conta, para além dos alunos portugueses, com alunos de Inglaterra, Brasil, Alemanha e França. Estes cursos intensivos de programação aplicada ao desenvolvimento de páginas na internet e de toda a estrutura subjacente, contam com grupos de alunos de dimensão média, potenciando o sistema de aprendizagem blended method que combina aulas em sala de aula com desafios online, workshops e coding dojos. Esta 2ª edição conta já com 20 alunos, comparativamente com os 6 que completaram a primeira edição, representando um sólido crescimento da escola no mercado português.

Os alunos da 1ª edição do curso intensivo de programação, que são hoje junior developers, foram integrados na bolsa de estágio de 3 meses na Siemens, tendo alguns integrado diretamente, e contratualmente, empresas na área IT em Portugal, como por exemplo a tecnológica Growin. 

Ana Sofia Martins, Lisbon Campus Manager, considera que “a Wild Code School de Lisboa tem captado muita atenção por parte de potenciais alunos estrangeiros fruto da positiva visibilidade de Portugal no mundo, nomeadamente no setor IT. A Websummit é um dos fatores chave da atratividade do país e os alunos internacionais sabem que as grandes empresas de IT estão a recrutar em Portugal devido à qualidade do ensino e reconhecimento da performance dos alunos. Sabe-se que a empregabilidade dos cursos de tecnologia, como web development, é muito elevada e que o mercado procura avidamente por profissionais qualificados. A 2ª edição do nosso curso já arrancou, foi um êxito na procura e acreditamos que em fevereiro de 2020 exista uma taxa de conclusão de 100%”.

A Wild Code School, desde a sua fundação em 2014 em França, conta já com19 campus em toda a europa, onde se formaram mais de 1000 programadores, afirmando-se com uma das maiores redes de escolas europeia de programação. A nível global conta com importantes parcerias empresariais, o que possibilita uma taxa de empregabilidade de 90% e a realização de estágios a nível internacional. A Wild Code School foi fundada por Anna Stépanoff – considerada “uma das mulheres mais influentes” no panorama tecnológico francês pela associação Inspiring Fifty – e Romain Coeur, em França.

Classifique este item
(1 Vote)
Ler 99 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top