A Xiaomi acaba de lançar globalmente a sua tecnologia Xiaomi EV (Electric Vehicle), concebida especificamente para revolucionar o segmento dos veículos elétricos, revelando oficialmente as suas cinco componentes principais – E-Motor, Bateria, Xiaomi Die-Casting, Xiaomi Pilot Autonomous Driving e Smart Cabin. A partir do desenvolvimento de raíz de soluções fundamentais, a Xiaomi pretende assim redefinir a tecnologia da indústria automóvel.

O primeiro produto da Xiaomi EV, o Xiaomi SU7, foi "pré-lançado", com o seu design, desempenho, autonomia, segurança e outros pormenores, posicionando-se como um "sedan ecológico de alto desempenho de tamanho normal", com o objetivo ultrapassar os limites da performance, do ecossistema e do espaço móvel inteligente. 

O Fundador, Presidente e CEO da Xiaomi Corporation, Lei Jun, afirmou que a entrada da Xiaomi na indústria automóvel marca um salto significativo em relação à indústria dos smartphones e um passo crucial para fechar o ciclo do ecossistema inteligente “Human x Car x Home”. Lei Jun expressou ainda que a indústria automóvel centenária oferece pouca margem de manobra atualmente: "A Xiaomi decidiu investir dez vezes mais, começando pelo desenvolvimento de tecnologias fundamentais, comprometendo-se a construir um veículo excecional. Com 15 a 20 anos de esforço, a Xiaomi pretende tornar-se num dos cinco principais fabricantes de automóveis a nível mundial." 

A tendência dos veículos elétricos inteligentes é a integração da indústria automóvel com a eletrónica de consumo e os ecossistemas inteligentes. A integração de tecnologias de full-stack é um passo necessário para a evolução da indústria. Lei Jun afirmou que, ao integrar o fabrico industrial, o software inteligente e a Inteligência Artificial (IA), a Xiaomi EV irá redefinir completamente a indústria automóvel, marcando um salto significativo no seu panorama tecnológico.

A Xiaomi EV está comprometida com uma abordagem de baixo para cima, começando pelo desenvolvimento de tecnologias fundamentais e investigação independente e aprofundada em setores tecnológicos chave. Com um compromisso de "investimento dez vezes maior, construindo conscientemente um grande carro", a Xiaomi EV investiu mais de 10 mil milhões de CNY na fase inicial de investigação e desenvolvimento.

A equipa de I&D inclui mais de 3.400 engenheiros e mais de mil especialistas técnicos em domínios críticos, tanto na China como no estrangeiro. Em setores-chave como o E-Motor, Bateria, Xiaomi Die-Casting, Xiaomi Pilot Autonomous Driving e Smart Cabin, várias das tecnologias desenvolvidas pela Xiaomi EV tornam-se assim pioneiras a nível mundial, demonstrando o expertise tecnológico acumulado ao longo de 13 anos, desde a criação da marca.

Durante a apresentação, Lei Jun partilhou o objetivo automóvel da Xiaomi: criar um carro de sonho para a nova Era da indústria automóvel – um veículo que seja estético, agradável de conduzir, confortável, inteligente e seguro. Com um motor elétrico desenvolvido pela própria empresa - HyperEngine, tecnologia de bateria integrada CTB e uma série de inovações tecnológicas desafiantes, como a estrutura da carroçaria fabricada a partir do cluster de fundição sob pressão Xiaomi Die-Casting T9100, o Xiaomi SU7 Max atinge uma aceleração de zero a cem em impressionantes 2,78 segundos, enquanto é capaz de atingir uma velocidade máxima surpreendente de 265 km/h.

O Xiaomi SU7 também tem um desempenho verdadeiramente versátil. Com um algoritmo de controlo Xiaomi Smart Chassis, totalmente desenvolvido pela marca, possui duas capacidades principais: Multidimensional Sensing e Global Synchronized Control. Isto permite um controlo dinâmico adaptativo do chassis ao nível dos milissegundos em todos os cenários, proporcionando uma experiência de condução estável e, ao mesmo tempo, uma experiência de condução quase sem solavancos.

Mais importante ainda, o Xiaomi SU7 incorpora três grandes capacidades de ecossistema, integrando aplicações, hardware e ecossistemas CarIoT de terceiros, proporcionando uma experiência de espaço móvel inteligente sem precedentes. O ecossistema Xiaomi CarIoT é totalmente aberto a terceiros, apresentando interfaces padronizadas, padrões de protocolo de comunicação extensos e soluções leves de adaptação para dispositivos existentes.

Completar o ecossistema inteligente “Human x Car x Home”

No final de outubro deste ano, a Xiaomi anunciou uma atualização na sua estratégia de grupo, passando de "Smartphone x AIoT” para o ecossistema inteligente "Human x Car x Home", com os automóveis a tornarem-se um componente crucial do foco estratégico da Xiaomi.

O ecossistema inteligente "Human x Car x Home" é uma integração abrangente de cenários que envolvem pessoas, carros e casas, facilitando a conectividade perfeita de dispositivos de hardware, a coordenação em tempo real e a colaboração entre parceiros da indústria. Lei Jun anunciou durante esta conferência que, com a adição da Xiaomi EV, o ecossistema inteligente "Human x Car x Home" foi oficialmente concluído.

O ecossistema permite a colaboração mútua e a evolução entre indivíduos, dispositivos e serviços inteligentes dentro do ecossistema. Aproveitando a conectividade entre dispositivos HyperConnect, o Xiaomi HyperOS integra perfeitamente mais de 200 categorias de produtos, incluindo o Xiaomi EV. A cobertura do ecossistema estende-se a mais de 95% dos cenários diários dos utilizadores, permitindo que a inteligência sirva cada indivíduo de forma integrada. Simultaneamente, com a capacitação da IA, o Xiaomi HyperMind serve como centro de raciocínio inteligente e pode perceber e aprender com o uso, fornecendo soluções automatizadas e proativas.

Nos últimos 13 anos, a Xiaomi posicionou-se estrategicamente em 12 domínios tecnológicos e 99 sectores. Guiada pelo princípio de "maior integração de software e hardware e aproveitamento total da capacidade de IA", a Xiaomi desenvolveu uma "conjunto de tecnologia convergente", capacitando continuamente a investigação e o desenvolvimento de produtos, bem como o fabrico.

Lei Jun afirmou que a entrada da Xiaomi na indústria automóvel marca um salto significativo, representando um compromisso a longo prazo, um investimento profundo em tecnologias fundamentais, um momento de amadurecimento para as capacidades modernas de fabrico industrial inteligente da Xiaomi e, mais importante, um passo crucial para completar o ecossistema inteligente "Human x Car x Home". Lei Jun enfatizou: "A entrada da Xiaomi na indústria automóvel significa um novo começo para a Xiaomi. Acredito que, um dia, os veículos elétricos da Xiaomi serão uma visão familiar nas estradas de todo o mundo".

As especificidades do novo Xiaomi SU7

E-Motor 

Na conferência de lançamento, a Xiaomi apresentou os seus motores elétricos desenvolvidos e fabricados de forma independente, HyperEngine V6/V6s e HyperEngine V8s. Os três motores elétricos, que empregam tecnologias inovadoras como a tecnologia de arrefecimento total do óleo bidirecional, o design do circuito de óleo em forma de S e o design das laminações de aço silício escalonadas, rivalizam com o desempenho dos grandes grupos motopropulsores V8 e V6 tradicionais da Era dos motores de combustão interna, elevando os limites de desempenho da indústria a novos patamares.

O HyperEngine V8, com uma velocidade máxima de 27.200 rpm, uma potência de 425 kW e um binário máximo de 635 N-m, estabelece um recorde mundial para os motores elétricos. Para permitir o padrão de 27.200 rpm, o HyperEngine V8s emprega a primeira placa de aço silício de ultra-alta resistência da indústria, com uma resistência à tração de 960MPa, ostentando uma resistência que ultrapassa em mais de duas vezes as ofertas da indústria convencional.

Para o design de arrefecimento, o HyperEngine V8s adota uma tecnologia de arrefecimento total do óleo bidirecional e um design de circuito de óleo em forma de S. Para o estator, é utilizado um circuito de óleo de ciclo duplo, aumentando a área de dissipação de calor em 100% e obtendo um efeito de arrefecimento de até 20°C. Entretanto, a secção do rotor utiliza um circuito de óleo patenteado em forma de S, aumentando a área de dissipação de calor em 50% e conseguindo um efeito de arrefecimento de até 30°C. Além disso, as laminações de aço silício do estator apresentam um design escalonado, tipo degrau, aumentando ainda mais a área efetiva de dissipação de calor em mais 7%.

O HyperEngine V8s está em desenvolvimento e deverá ser produzido em massa e implementado nos veículos elétricos da Xiaomi em 2025.

Os motores elétricos HyperEngine V6/V6s desenvolvidos pela própria Xiaomi apresentam uma velocidade de rotação de 21.000 rpm, líder na indústria, ultrapassando o motor elétrico mais potente produzido em massa a nível mundial. Entre eles, o super motor HyperEngine V6 tem uma potência máxima de 299 PS e um binário máximo de 400 N-m, enquanto o super motor HyperEngine V6s atinge uma potência máxima de 374 PS e um binário máximo de 500 N-m.

Bateria

A Xiaomi também desenvolveu a Tecnologia de Bateria Integrada CTB, através da inovadora Tecnologia de Célula Invertida, camada intermédia elástica multifuncional e um sistema de cablagem minimalista; apresenta uma eficiência de integração da bateria de 77,8%, a mais elevada das baterias CTB em todo o mundo, uma melhoria do desempenho global de 24,4% e uma redução da altura de 17 mm, com uma capacidade máxima da bateria de até 150 kWh e uma autonomia teórica de recarga CLTC superior a 1.200 km.

Para garantir um desempenho estável durante viagens de longo alcance, a Xiaomi emprega padrões de design de segurança líderes do setor. A válvula de alívio de pressão virada para baixo liberta rapidamente a energia em situações extremas, maximizando a segurança da cabina dos passageiros. Um sistema de proteção física robusto de 14 camadas inclui três camadas de suporte superior, três camadas de proteção lateral e oito camadas de proteção inferior.

Em termos de dissipação de calor, uma solução de arrefecimento a água de lado duplo implementa placas de dissipação de calor em ambos os lados longos das células da bateria, alcançando uma área de arrefecimento de 7,8m² – quatro vezes a média da indústria. Os lados das células da bateria apresentam 165 peças de material de isolamento de aerogel, capazes de resistir a temperaturas até 1000°C.

O Xiaomi EV está equipado com um Sistema de Gestão de Baterias (BMS) desenvolvido pela própria empresa com ASIL-D, o mais alto nível de segurança funcional. Este BMS inclui três monitores e alarmes de fuga térmica independentes, juntamente com um sistema de alerta precoce 24 horas por dia. Cada bateria Xiaomi apresenta uma fiabilidade líder na indústria e é submetida aos mais rigorosos testes de segurança de baterias, incluindo mais de 1.050 verificações de segurança e 96 vezes a norma internacional de duração dos testes de durabilidade.

Xiaomi Die-Casting

A Xiaomi revelou o seu cluster Xiaomi Die-Casting T9100, e o seu material de liga de fundição sob pressão patenteado, o Xiaomi Titans Metal, tornando-se no único fabricante de automóveis que investiga simultaneamente materiais e fundição sob pressão de grandes dimensões.

A Xiaomi Die-Casting T9100 cobre uma área de 840m², com um peso total de 1050t e uma força de fecho que atinge 9100t. A Xiaomi desenvolveu um sistema de avaliação da qualidade do modelo de fundação que pode concluir as inspeções de peças individuais em 2 segundos, oferecendo uma eficiência dez vezes superior à inspeção manual. A aplicação deste cluster permite um feito notável para a Xiaomi EV, com a parte inferior da carroçaria traseira a integrar 72 componentes num só, reduzindo as juntas soldadas em 840, diminuindo o peso total do automóvel em 17% e reduzindo significativamente as horas de produção em 45%.

Na investigação e desenvolvimento de materiais, a Xiaomi desenvolveu o Xiaomi Titans Metal, um material de fundição injetada tratado termicamente, de alta resistência e alta resiliência. O Multi-Material Performance Simulation System desenvolvido pela Xiaomi seleciona a melhor fórmula de liga entre 10,16 milhões de possibilidades, garantindo uma combinação perfeita de força, resiliência e estabilidade.

Enquanto a indústria se concentra na tonelagem da pressão de aperto da fundição sob pressão, a Xiaomi segue firmemente um caminho completo e promissor de investigação autónoma. Desde os grupos de materiais e equipamentos até às peças fundidas acabadas, a Xiaomi completou quase todos os aspetos da grande cadeia industrial de fundição injetada.

Xiaomi Pilot Autonomous Driving

No domínio da tecnologia de software inteligente, a Xiaomi demonstrou a sua vantagem única como líder tecnológico global, impulsionando a integração das indústrias automóvel e de eletrónica de consumo, com ecossistemas inteligentes. Em termos de condução autónoma, a Xiaomi foi pioneira em três tecnologias-chave: Adaptive BEV Technology, Road-Mapping Foundational Model e Super-Res Occupancy Network Technology.

A tecnologia BEV adaptativa é uma inovação líder da indústria que invoca diferentes algoritmos de perceção com base no cenário. A grelha de perceção tem uma granularidade mínima de 5cm e máxima de 20cm, com um alcance de reconhecimento que se estende de 5cm a 250m. Esta tecnologia garante uma maior visibilidade em cenários urbanos, uma visão alargada em cenários de alta velocidade e uma maior precisão em cenários de estacionamento.

O Modelo Fundamental de Mapeamento de Estradas revoluciona os métodos tradicionais de perceção das condições da estrada. Este modelo não só as reconhece em tempo real e muda de forma inteligente para uma trajetória de condução mais razoável, como também pode navegar suavemente em cruzamentos complexos sem depender de mapas de alta definição, graças à aprendizagem de cenários de cruzamento complexos e hábitos de condução experientes.

Em termos de reconhecimento de obstáculos, a tecnologia de rede de ocupação Super-Res da Xiaomi alcança categorias ilimitadas de reconhecimento de obstáculos irregulares. Em comparação com as redes tradicionais que interpretam os obstáculos como blocos, o algoritmo vetorial inovador da Xiaomi simula todos os objetos visíveis como superfícies curvas contínuas. Isto melhora a precisão do reconhecimento até 0,1 m. Além disso, a funcionalidade de redução de ruído de um clique desenvolvida pela Xiaomi elimina o impacto da chuva e da neve no reconhecimento, reduzindo significativamente a probabilidade de erros de identificação.

Para além do Modelo Fundamental de Mapeamento de Estradas, a Xiaomi também desenvolveu, de forma independente, o primeiro "End-to-End Sensing and Decision-Making AI Model" do mundo, pronto para produção para estacionamento automático. Este modelo permite a observação em tempo real e o ajuste dinâmico ao estacionar em cenários desafiantes, como parques de estacionamento que incluem elevadores.

No que respeita ao hardware, o sistema está equipado com configurações topo de gama, incluindo dois chips NVIDIA Orin de alto desempenho com uma capacidade de computação combinada de 508TOPS. O hardware de perceção inclui um LiDAR, onze câmaras de alta definição, três radares de ondas milimétricas e doze radares ultra-sónicos no modelo Xiaomi SU7 Max. Com configurações de topo e investigação completa, o sistema de Condução Autónoma inteligente da Xiaomi está preparado para se juntar ao escalão superior da indústria em 2024.

Smart Cabin

A Xiaomi EV Smart Cabin adota uma arquitetura de interação, centrada no ser humano, e apresenta uma consola central 3K de 16,1 polegadas, um ecrã HUD de 56 polegadas, um painel de instrumentos rotativo de 7,1 polegadas e dois suportes de extensão do encosto do banco que permitem a montagem de dois dispositivos tablet. Está equipado com o chip Snapdragon 8295 para automóvel, com um poder de computação de IA de até 30 TOPS, permitindo uma experiência interativa definitiva com a ligação de cinco ecrãs diferentes.

A experiência interativa da Xiaomi Smart Cabin é semelhante à dos tablets, permitindo que os utilizadores se adaptem rapidamente sem a necessidade de uma curva de aprendizagem. O sistema funciona de forma excecionalmente suave, com o sistema operativo do veículo a arrancar num rápido 1,49 segundos depois de a porta ser destrancada. Além disso, oferece uma ligação perfeita entre dispositivos, smartphones e o veículo elétrico. Por exemplo, quando o telefone é trazido para o habitáculo, a consola apresenta automaticamente um ícone, permitindo um acesso fácil à interface do telefone com um simples toque.

O sistema operativo para automóvel integra perfeitamente as principais aplicações, incluindo todo o ecossistema de aplicações para tablet Xiaomi, com adaptação gradual a mais de 5.000 aplicações. As aplicações para smartphones podem ser convenientemente fixadas na consola do automóvel, transformando-as instantaneamente em aplicações para o automóvel. Em termos de integração de hardware, o Xiaomi SU7 suporta mais de 1.000 dispositivos domésticos inteligentes Xiaomi para integração sem esforço com o veículo, permitindo a descoberta automática, acesso sem senha e a capacidade de configurar cenários de automação, criando um ecossistema CarIoT robusto. O interior do carro também tem ligações de expansão dedicadas, suportando a funcionalidade plug-and-play para uma vasta gama de dispositivos. Para satisfazer as necessidades dos utilizadores, o Xiaomi EV suporta totalmente o CarPlay, a montagem de iPads e acessórios para iPad e aplicações no suporte de extensão traseiro.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 487 vezes
Tagged em
Top